Economia circular e os seus benefícios

Blog

Economia circular e os seus benefícios
16-04-2016 às 19:04

Se nunca ouviu falar dos termos ‘economia circular’ e ‘economia linear’ então está na altura de os conhecer, pois este será cada vez mais um assunto em voga!

A economia global sempre assentou sobre o princípio de uma economia linear, onde os recursos naturais do nosso planeta eram consumidos para a produção de produtos. Porém, atualmente estamos a consumir os recursos naturais do planeta a um ritmo superior ao que o próprio planete os consegue repor. Este desequilíbrio ambiental é insustentável, pelo que se não existir uma forte mudança de paradigma, podemos não ir a tempo…

É aqui que entra o conceito de economia circular. Ao contrário de uma economia linear onde os recursos naturais eram consumidos e depois descartados para o lixo, o conceito de economia circular prevê o reaproveitamento de vários produtos. Por exemplo, o reaproveitamento de packaging ou o incentivo à devolução de produtos em fim de vida, como é o caso de telemóveis, computadores e muitos outros dispositivos eletrónicos.

O reaproveitamento, a recuperação e a reciclagem de produtos previamente utilizados permitem assim reduzir o consumo dos recursos naturais. No entanto, a economia circular coloca maior pressão sobre a cadeia de abastecimento das empresas, pelo que as empresas terão que dotar a sua logística de sistemas de retoma sem falhas como, por exemplo, serviços de recolha e etiquetas de devolução pré-pagas.

O estudo

Segundo o estudo The Growth of Circular Economy, levado a cabo pela GreenBiz Group em parceria com a UPS, 90% dos inquiridos revelou que a economia circular assumirá cada vez mais um papel preponderante na sustentabilidade das empresas, sendo mesmo esperado que duplique de importância até 2018.

Para além disso, este estudo que contou com a participação de 423 executivos, permitiu ainda relevar algumas notas importantes sobre a economia circular:

- Mais de metade das empresas já se encontra a implementar princípios de economia circular;

- Para 97% dos inquiridos a logística desempenha um papel fundamental na implementação de uma economia circular sustentável;

- Para 26% dos entrevistados, a procura dos consumidores por produtos reciclados, foi o principal fator que os levou a mudar para uma economia circular;

- O estudo revelou ainda que a principal motivação das empresas e consumidores é a redução de custos e conveniência. Como tal, a melhor forma de garantir o retorno e a reutilização dos produtos ou dos seus componentes e materiais após o seu período de utilização primária são:

> Reposição do valor do produto em forma de dinheiro (56%);

> Conveniência na devolução de um produto numa loja (47%);

> Capacidade de devolução de um produto com transporte pré-pago (42%);

> Descontos em compras futuras (40%).

Publicidade

Leia também

Quando pretende enviar uma determinada mercadoria para um destino, deve sempre ter em conta a questão da embalagem, pois se não tomar as devidas providências pode correr o risco de a mercadoria chegar ao destino danificada.

Segundo um estudo levada a cabo pela UPS, o UPS Pulse of the Omni-channel Retailers, destacada a necessidade dos retalhistas europeus apostarem em inovação (online) para manter uma quota de mercado estável ou de crescimento no mercado do retalho, que é cada vez mais global e dominado por grandes players do comércio além-fronteiras.