Quais as mercadorias que não pode enviar

Blog

Quais as mercadorias que não pode enviar
05-08-2013 às 23:08

Quando pretende proceder ao envio de uma determinada mercadoria, deve ter em atenção que existe um conjunto de mercadorias que não podem ser transportadas pelas empresas de transporte, saiba aqui quais são esses artigos para que não venha a ser surpreendido.

As leis nacionais e/ou internacionais impedem que certas mercadorias sejam transportadas, sendo que apesar de essas regras sofrerem alterações de país para país, no geral acabam por ser muito semelhantes. Para além dos materiais cujo senso comum facilmente nos leva a perceber o motivo pelo qual existe uma lei que proíba o seu envio como, por exemplo, droga ou material explosivo, existem casos como o material de cariz político que apenas é proibido em determinados países.

Para além das leis nacionais e internacionais existem alguns artigos que as transportadoras optam por não transportar, devido ao elevado risco de serem danificadas na viagem ou então apenas porque o seu valor é demasiado elevado e como tal as companhias de seguro não cobrem o valor da mercadoria. Por isso antes de enviar determinado produto deve procurar saber se o pode fazer, para isso basta questionar a empresa que lhe irá realizar o transporte. Apesar de muitas empresas se recusarem a transportar determinados materiais não significa que todas se recusem, pois existem várias transportadoras especialistas no transporte dessas mercadorias.

Deve sempre ter em conta que em última análise a responsabilidade do material transportado é sua, pois se a transportadora não for corretamente informada do conteúdo de uma embalagem não lhe poderá negar o envio. No entanto, deve sempre ter em conta que quando envia algo para um determinado destino, principalmente quando o destino se trata de um país estrangeiro é muito provável que a sua mercadoria venha a ser controlada pela alfândega. Desta forma pode correr o risco de a mesma ser apreendida e dependendo da gravidade vir a ter consequências judiciais.

De seguida é apresentada uma listagem dos principais itens que não podem ser transportados a nível nacional e/ou internacional porque a lei o proíbe ou apenas porque a seguradora não cobre o risco e como tal a transportadora não realiza o serviço. No entanto, não se esqueça que existe sempre a possibilidade de algumas destas mercadorias serem transportadas por empresas especializadas.

  • Animais e plantas;
  • Armas e munições;
  • Arte e antiguidades;
  • Dinheiro, cheques ou títulos bancários;
  • Drogas;
  • Eletrodomésticos;
  • Hardware informático;
  • Joalharia, relógios, metais e pedras preciosas;
  • Telemóveis;
  • Materiais perecíveis;
  • Material audiovisual ou de cariz político;
  • Material explosivo ou radioativo;
  • Material pornográfico;
  • Produtos inflamáveis;
  • Restos mortais;
  • Roupa de contrafação;
  • Vidros, cristais e cerâmicas.

Publicidade

Leia também

Nos últimos anos, a indústria da alta tecnologia tem vindo a crescer significativamente! Isto não só se deve ao aumento da classe média nos mercados emergentes – e consequente procura de bens de «luxo» - como ao próprio ciclo de vida dos produtos que tem vindo a diminuir.

Segundo o estudo "Low-Cost Sensor Technology" levado a cabo pela DHL as tecnologias originalmente desenvolvidas para uso particular podem (e devem) ser uma mais-valia na indústria e em particular na logística.