ID LOGISTICS RENOVA CERTIFICAÇÕES FARMACÊUTICAS DE QUALIDADE EM PORTUGAL

Notícias

ID LOGISTICS RENOVA CERTIFICAÇÕES FARMACÊUTICAS DE QUALIDADE EM PORTUGAL
20-05-2019 às 11:05

A ID Logistics, operador logístico internacional, renovou as suas certificações de qualidade GMP – GDP em logística farmacêutica – em Portugal.

A empresa continua a apostar na sua diferenciação em qualidade no geral e, principalmente, no mercado farmacêutico ibérico.

Em Portugal, conta com uma quota de mercado muito relevante e opera principalmente a partir da sua plataforma de 20.000m² localizada na Azambuja, perto de Lisboa. É uma das plataformas mais modernas e com mais elevado grau de mecanização e automação do setor. Integra um sistema multi-shuttel, com estação de picking de alto rendimento com uma pick-to-light de 4 posições que, por sua vez, alimenta um pick and Pack e flui para um classificador segmentado pelo destino final. Nesta plataforma trabalham mais de 200 profissionais.

A ID Logistics possui ainda uma rede de distribuição completa para o seu canal Farma, com uma cobertura de mais de 6.000 postos de entrega final, entre retalho, hospitais, farmácias e outros centros.

Nas palavras de Hugo Oliveira, Diretor da Unidade de Negócios da ID Logistics em Portugal, “Para a ID Logistics, renovar as nossas certificações de qualidade na nossa operação Farmacêutica é de extrema importância, pois é muito mais do que cumprir uma exigência legal, é continuar a mostrar o nosso compromisso de estar na vanguarda da qualidade na prestação de um serviço num setor estratégico para a ID Logistics, e no qual oferecermos um serviço integral de Logística e transporte para os nossos clientes”.

Publicidade

Leia também

A APA – Agência Portuguesa do Ambiente colocou em discussão pública no seu portal a Proposta de Definição do Âmbito do Estudo de Impacte Ambiental do Terminal de Contentores do Barreiro.

O Porto de Sines recebeu no dia 16 de setembro a visita de uma delegação de representantes da Secretaria de Portos da Presidência da República do Brasil (SEP/PR) e do IVIG - Instituto Virtual Internacional de Mudanças Globais da Universidade Federal do Rio de Janeiro.